Menu
Carrinho

Varistor 20K

O que são Varistores?

Segundo o dicionário Aurélio, Varistores é o plural de Varistor até ai nenhuma novidade, mas o interessante é que no dicionário também diz que varistor é um "Resistor que é feito de um semicondutor e não obedece à lei de Ohm", interessante, vamos entender melhor o que é um varistor, porque não obedece a lei de ohm e qual a diferença dele com o resistor.

O que é um varistor?

Varistor é um componente eletrônico que tem o nome derivado do inglês "Voltage Dependent Resistor" (VDR),  que tem uma resistência elétrica como um resistor, mas com uma característica especial mais parecida com um diodo zener, por ter essa resistência muito elevada quando não esta não tensão de operação e muito baixa quando esta na tensão de operação ou tensão nominal do varistor. O tipo mas de comum de varistor é o MOV (metal oxide varistor).

Uma imagem de um varistor real e os símbolos elétricos podem ser visualizados na figura 1.

Enquanto o resistor tem uma resposta linear de corrente com relação a tensão aplicada, não ocorre o mesmo com o varistor conforme demonstrado na imagem 3.

Figura 1


Para que serve um varistor?

Essa essa característica especial do varistor de diminuir a resistência quando aumenta a tensão é muito utilizada na eletrônica para proteger aparelhos eletrônicos de sobre tensão. Atualmente quase toda fonta chaveada tem um mais varistores na entrada, por isso os varistores podem ser encontrados em diversos aparelhos, como por exemplo: TVs, decodificadores de TV, roteadores, fontes de computadores, aparelhos de som, filtros de linhas,etc...

Como utilizar um varistor em um circuito eletrônico?

Como citado um uso muito comum do varistor é a proteção de um circuito eletrônico por sobre tensão, o jeito de fazer isso é usar o varistor para interromper o funcionamento do circuito quando a tensão aumenta.

Essa sobre tensão pode ser causada pela flutuação da rede elétrica por defeito da própria rede elétrica, ruídos elétricos de causas diversas ou até por um relâmpago.

Uma situação até mais comum que defeitos da rede causada por relãmpagos é a ligação acidentalmente de um aparelho 110Vac em uma tomada 220Vac o que causa muitas vezes a queima imediata do aparelho. por isso se o circuito não tiver uma proteção para interromper o funcionamento poderá queimar,  e em alguns casos até causar um incêndio.

Essa proteção faz o varistor ser um componentes eletrônico muito importante e muitas vezes por falta de conhecimento ou esquecimento o projetista ou hobbista, deixa de utilizar o varistor em um circuito. Isso já não ocorre em aparelhos que são certificados,  porque os aparelhos eletrônicos para serem vendidos são submetidos a diversos ensaios para atender a diversas normas e recebem um certificado de qualidade, e para atender a todas as exigências componentes de segurança são necessários, e é ai que o varistor resolver o problema.


Para interromper o circuito o varistor deve ser utilizado junto com um fusível. O fusível fica em série com o circuito elétrico como de costume, mas coloca-se um varistor depois do fusível (lado do circuito eletrônico não da rede elétrica) entre as linhas de alimentação do circuito para o varistor gerar um curto circuito controlado causando a queima do fusível por sobre corrente fazendo assim com que o circuito pare de funcionar pela interrupção da corrente elétrica decorrente da queima do fusível e garanta a integridade do aparelho.


Posso substituir um varistor por outro diferente?


Se o a pessoa não tiver conhecimento de eletrônica não deve se aventurar em fazer experimentos na rede elétrica, muito menos trocar um varistor para ver o que acontece. Se a pessoa não souber o que esta fazendo, nunca deve-se substituir um varistor por outro de tensão diferente porque o circuito pode não funcionar, pode queimar o fusível ou aparentemente funcionar perfeitamente, mas não ter mais a proteção de sobre tensão.


O que ocorre se utilizar um varistor com tensão menor que a necessária?

Se a tensão do varistor for menor do que a tensão necessária para o circuito queimas sucessivas do fusível podem ocorrer porque o varistor estará sempre conduzindo corrente elétrica porque estará sempre atuando.


O que ocorre se utilizar um varistor com tensão maior que a necessária?

Se a tensão do varistor for maior do que a tensão necessária para o circuito, o circuito, ou aparelho eletrônico poderá aparentar um funcionamento normal, mas estará sem a proteção, ou com uma proteção inferior, isso porque a tensão maior do varistor fará com que o varistor deixe de atuar na tensão a qual foi previamente projetado, passará a agir em uma tensão maior, fazendo dessa forma com que a proteção seja inferior deixando passar uma tensão que não foi prevista no projeto podendo causar a queima de partes do aparelho.


Porque os varistores tem tamanhos diferentes?


Pode-se encontrar varistores de diversos tamanhos, esses tamanhos são diferentes para fornecer capacidades diferentes de corrente e potência para os varistores, os números 5, 7, 10, 14 e 20 que aparecem nos códigos dos varistores são as dimensões dos diâmetros dos varistores.

Então varistores de tamanhos maiores suportam correntes e potências maiores, e varistores com tamanhos menores suportam correntes e potências menores.

O valor nominal de tensão para os varistores também seguem as mesmas regras, valores nominais maiores suportam, ou entram em operação com tensões maiores.

Tudo isso pode parecer óbvio mas algumas pessoas podem pensar que o tamanho do varistor não influencia e poderiam por exemplo substituir a esmo, um varistor de 20K por um de 14K ou de 14K por um de 10K e assim por diante.


Os valores 5K, 7K, 10K, 14K e 20K tem relação com a resistência do varistor?

Não, os valores 5K, 7K, 10K, 14K e 20K dos varistores não tem relação com a resistência, a letra K é o código que indica que o varistor tem uma tolerância de fabricação de 10%.


Como testar um varistor?

Até pode-se medir um varistor com um multímetro na escala de resistência, mas não para saber se o varistor esta bom, mas para saber se esta estragado.

A resistência do varistor é alta e só abaixa com tensão então o multímetro não serve para concluir que o varistor esta bom, vai servir apenas para constatar que o varistor esta em curto, se ao medir o varistor encontrar-se uma resistência baixa.

Com tantos valores de varistores disponíveis fica difícil dizer exatamente o que seria "resistência baixa" mas creio que valores abaixo de 1K ohms não são desejáveis e podem ser considerados baixos, comentários sobre valores de resistência encontrados nos varistores são bem vindos para enriquecer esse post.

Então pode-se concluir que para testar o varistor tem que aplicar a tensão nominal do varistor e medir a corrente que circula, se não circular corrente o varistor esta ruim, mas se o varistor estiver bom se comportará como um fio conduzindo o máximo que puder conduzir, por isso deve-se montar um circuito para isso que limite a corrente, um resistor de potência ou uma lâmpada por exemplo, porque senão fizer isso vai dar um belo estouro causado por um curto da condução do varistor. Assim que possível colocaremos aqui exemplos de circuitos para teste.


O que é preciso saber para se comprar um varistor?


Para se comprar um varistor para um projeto deve-se analizar o datasheet do fabricante para se analizar cada característica em detalhe para usar o varistor mais adequado para o circuito, mas para reposição para manutenção precisa-se pelo menos saber qual o tamanho e a tensão de operação ou tensão nominal do varistor.

Convém chamar a atenção que os códigos não são padronizados entre os fabricantes, alguns varistores tem marcado a tensão eficaz enquanto que outros tem marcado a tensão de pico, em breve colocaremos uma tabela aqui para ajudar na seleção dos varistores.


Onde encontrar varistor, ou onde comprar varistor?


No Soldafria temos os seguintes varistores:

 Varistor 7K, Varistor 10K, Varistor 14K e Varistor 20K

Se tiver dúvidas para escolher os varistores consulte o nosso suporte pelos telefones, chat, whatsapp ou até email que podem ser encontrados aqui no site.



Obs: O conteúdo deste post é propriedade do site Soldafria não é permitida a sua cópia parcial ou total sem prévia autorização.